O que me toca é meu também

Coletivo Instrumento de Ver
  • Espaço Cênico Yoshifumi Yagi/
    Teatro Raul Belém Machado - 140 lugares
  • 60 min
  • GRATUITO

O Que Me Toca é Meu Também é o mais recente espetáculo do coletivo brasiliense Instrumento de Ver. Com direção e dramaturgia de Raquel Karro (RJ), as intérpretes Julia Henning e Maíra Moraes transitam pelo universo da acrobacia aérea em uma trajetória cênica que inclui memória, reprodução, imitação e criação. Reverência e reinvenção conduzem o público a lugares tão díspares quanto uma sala de ensaio no Planalto Central ou uma lona de circo armada no coração de Paris.

Ficha Técnica

Direção, Dramaturgia e Coreografias
Raquel Karro
Intérpretes Criadoras
Julia Henning e Maíra Moraes
Diretor Assistente e Direção Técnica
Daniel Lacourt
Trilha Sonora Original
Luiz Oliviéri
Contra-Regragem
Daniel Lacourt, Diana Bloch e Vini Martins
Diretor de Arte, Cenário e Figurino
Roustang Carrilho
Assistente de Direção de Arte
Sarah Noda
Iluminação
Leandro Barreto
Pinturas
Gabriel Marx, Plic!
Produção
Gabi Onanga

Serviço

Duração
60 minutos
Classificação etária
Livre
Datas
25/08/17 (sex) | 20h
26/08/17 (sáb) | 20h
27/08/17 (dom) | 19h
Local
Espaço Cênico Yoshifumi Yagi/ Teatro Raul Belém
140 lugares
Ingressos
Gratuitos
Os ingressos para os espetáculos serão distribuídos 1 hora antes de cada apresentação
Sujeito à lotação do espaço